Jesus e o Evangelho - Gospel


 
InícioInício  FAQFAQ  BuscarBuscar  ChatChat  Registrar-seRegistrar-se  LoginLogin  
Este fórum não possui qualquer vínculo com nenhuma igreja, denominação ou crença. Simplesmente estamos divulgando e coletando informações sobre o evangelhismo.
Tais assuntos podem variar de história, contendo imagens, doutrinas, estudos, leis, notícias, pesquisas, temas bíblicos entre outros. Porém não nos aproximamos a qualquer religião, respeitamos todas, e
qualquer indivíduo que não obter este respeito, pedimos que o denunciem, para assim tomarmos medidas sobre o caso.

Esperamos que tenham uma boa estada em nosso fórum,
A Administração

Novo Tópico   Compartilhe | 
 

 Congregação cristã no Brasil JANDIRA - JESUS E O EVANGELHO MESTRE poderoso

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
Servao ccb
Moderador


Nacionalidade: Brasil
Advertências:
0 / 50 / 5

Mensagens: 16506
Data de inscrição: 26/06/2011

MensagemAssunto: Congregação cristã no Brasil JANDIRA - JESUS E O EVANGELHO MESTRE poderoso   Qui Jul 21, 2011 3:02 pm

Jandira, município da Região Metropolitana da capital paulista está na boca da irmandade “ccbeiana”, pois, no dia 17 de maio, num culto com cerca de 3000 pessoas, três cooperadores foram levantados para atender como anciães naquela localidade, a ordenação foi presidida pelo ancião Samuel Trevisan na presença do “Conselho de Anciães de Jandira” e teve a aclamação da irmandade presente, que selou com o tradicional “Amém!”.
Tudo estaria na mais perfeita ordem se não fosse um detalhe, o Conselho de Anciães (os 12 mais antigos), não estavam cientes da ordenação dos novos anciães em Jandira, por isso, tais ordenações não estão em conformidade com o estatuto da CCB e está em desacordo com o sistema administrativo adotado pela CCB, que centraliza a administração nacional das Congregações Cristãs no templo do Brás (localizado na capital paulista), os nomes de novos anciães também são indicados no Brás.


O artigo 24 do estatuto da CCB, diz que: “Os irmãos Anciães e Diáconos são ordenados (I Tim. 4:14), e os Cooperadores são apresentados, conforme deliberação do Conselho de Anciães, segundo a guia de Deus pela revelação do Espírito Santo, dentre os membros da CONGREGAÇÃO CRISTÃ NO BRASIL que apresentarem as virtudes consignadas no Santo Evangelho (I Tim. 3:1-7 e 8-13; Atos 6:6; Tito 1:5-10; I Pedro 5:2-3).” e no seu paragrafo unico consta que: “a ordenação ou apresentação sempre será realizada por um Ancião, dentre os mais antigos no Ministério, de comum acordo com o Conselho de Anciães.”


O auto-entitulado “Conselho de Anciães de Jandira”, formalizado em cartório, afirma que a ordenação dos três anciães jandirenses sem o consentimento do Brás fez-se necessário porque a um bom tempo o Brás ignora os pedidos do ministério jandirense para que fossem levantados novos anciães para trabalhar na Obra de Deus naquela cidade, segundo estes irmãos, o motivo da resistencia do Brás em ordenar novos anciães para aquela região seria a inveja da “riqueza de dons” e a fama dos cultos daquela região, eles também afirmam que o ocorrido em Jandira não difere de movimentos semelhantes promivos pelo proprio Luis Francescon e nem de outras ordenações ocorridas no Paraguai.


A ação independente dos anciães jandirenses choca-se com o sistema de gestão centralizador do Brás, esta ação pode ser interpretada como tentativa de instaurar um modelo de gestão congregacional, semelhante a usada por Luis Francescon fundador da CCB, que presidiu até o fim da sua vida de maneira autonoma a Congregação Cristã de Chicago. No estilo congregacional, as igrejas tomam suas decisões no ambito municipal/regional independentemente de uma central nacional, o unico elo que existe entre uma igreja no estilo congregacional com uma central nacional são as Assembléias Anuiais, que tem como objetivo manter a unidade identitaria e doutrinária.


O estatuto da Congregação Cristã no Brasil em seu artigo 18 diz que somos uma comunidade religiosa de doutrina apostólica, fundamentada na Bíblia Sagrada, e que nela não existe hierarquia, entretanto, é respeitada a antiguidade entre os membros do Ministério, sendo assim, fica a duvida: se não existe hierarquia, somente os “velhinhos” do Brás podem ordenar novos anciães? O ancião mais velho do Brás é “maior” que o mais velho em Jandira ou outras cidades ou estados?

Devido a repercussão e reação do Brás, na tentativa de evitar uma guerra, parece que dois dos anciães levantados renunciaram.

Irmandade oremos pelos nossos anciães, tanto os de Jandira quanto os do Brás, para que tudo se resolva de maneira ordeira e pacifica, para que não se cause mais estragos e escandalos além dos que já causou.

A guerra não é interessante para os anciães de Jandira, nem para os do Brás, mas não é interessante principalmente para a irmandade, não nos esqueçamos que numa guerra os “generais” nunca sofrem as consequencias da guerra qual travam, quem sempre morre no combate são os soldados.


Que tudo isso nos leve a uma reflexão sobre o porque dos porquês de tudo isso, porque anciães e cooperadores idôneos e queridos pela irmandade de Jandira e com muitos anos de ministério se envolveram numa situação como essa, será que não é por causa da política do Brás de ignominia que encara todo e qualquer questionamento como "clamores oposicionistas", por isso, deixam entrar por um ouvido e sair pelo outro? Será que não é por falta de ações corretivas para escandalos envolvendo o próprio Brás?

Os anciães do Brás aguardam o retorno do ancião Jorge Curi, que é o presidente da CCB, ele está em viagem aos Estados Unidos. Uma reunião foi marcada para o dia 07/06 e os irmãos do “Conselho de Jandira” e os que foram levantados foram convocados a apresentar-se na sede nacional.

Tomara que ao final isso nos sirva como experiencia e amadurecimento para todos, afinal, das revoluções surgem as evoluções.

Oremos ao nosso Deus que não é Deus de confusão, que haja paz nas mentes e corações dos nossos anciães e a paz seja reestabelecida.
http://gospel.ativo-forum.com

[b]

_________________



Última edição por Servao ccb em Qui Jul 24, 2014 12:57 pm, editado 4 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
pastor g.i
Membro


Nacionalidade: Brasil
Advertências:
0 / 50 / 5

Mensagens: 323
Data de inscrição: 26/06/2011

MensagemAssunto: Re: Congregação cristã no Brasil JANDIRA - JESUS E O EVANGELHO MESTRE poderoso   Ter Jul 09, 2013 6:50 pm

A nova Congregação Cristã no Brasil chega ao Parque São Rafael, zonal leste da capital paulista
 


Em 1971, o Senhor Deus fez saber a uma família de nossos Irmãos que deveria mudar do Estado do Paraná para São Paulo.



Essa família passou a residir na rua E4 do Jardim Colorado na zona leste da cidade de São Paulo.

Havia entre os pouquíssimos crentes da região uma grande união; naquela época ser crente era convicção.

O tempo passou, a rua E4 mudou de nome passando a se chamar Fortaleza de Santiago e o bairro, outrora Jardim Colorado, passou a ser o Jardim Rodolfo Pirani, conhecido para os que não são da região como Parque São Rafael, ou mesmo, São Mateus.

O tempo continuou passando e o Nosso Deus começou a chamar um grande povo; hoje a CCB Brás do Parque São Rafael, uma grande igreja com galeria, tem capacidade para mais de 1000 pessoas sentadas.



Não muito longe, foi construída outra CCB Brás no Jardim Rodolfo Pirani com capacidade para mais de 600 pessoas sentadas.

A Irmandade dessa região é muito amorosa e temente a Deus; todos amam o querido Irmão Ancião Fernando Castelo, “um paizão”.

Contudo, alguns Irmãos e Irmãs ao examinarem o novo Hinário constataram, com profunda tristeza, a mudança dos dois primeiros pontos de doutrina; o primeiro desqualificando a Bíblia Sagrada e o segundo negando a Trindade.

Após cumprirem todos os procedimentos, como manda a educação cristã, comunicaram ao Irmão Ancião Fernando Castelo, ao qual muito amam, que diante da impossibilidade de aceitação de uma nova doutrina, totalmente, diferente de tudo o que haviam aprendido ao longo das décadas, passariam a congregar com os queridos Irmãos da nova Congregação Cristã no Brasil, popularmente, conhecida como CCB Jandira.

Assim, numa sexta-feira, dia 22 de março de 2013, de uma maneira especial, Deus preparou o primeiro Culto da nova Congregação Cristã no Brasil, na rua Fortaleza de Santiago, 192, Jardim Rodolfo Pirani, conhecido como Parque São Rafael, zona leste da capital de São Paulo.

Nesse Culto, a presidência ficou sob a responsabilidade do nosso querido Irmão Ricardo Mello, Cooperador no Bairro do Limão e a Palavra (Gênesis, Capítulo 32, com a leitura iniciando no Versículo 22) foi revelada ao querido Irmão Dario Rocha; Deus falou, grandemente, com a querida Irmandade presente.

A organista que tocou nesse Culto foi a querida Irmã Joyce Marroni do Jardim Colonial, bairro próximo ao Parque São Rafael.

Posteriormente, no dia 29 de março de 2013, com a presença de diversos Irmãos Anciães, Diáconos, Cooperadores e Cooperadores de Jovens e Menores, do Brasil e do exterior (Argentina, Paraguai, etc.), além da querida Irmandade, foi oficializada a Casa de Oração da Congregação Cristã no Brasil no Parque São Rafael .







A Irmandade local ficou maravilhada com tanto amor e com tanta união do Ministério da nova Congregação Cristã no Brasil.



Nesse Culto, Deus operou grandes Obras confirmando Sua vontade na abertura dessa Casa de Oração.

Outra alegre surpresa foi a confirmação do querido Irmão Dário para atender a localidade.

Segundo palavras de algumas pessoas, elas relembraram momentos que só tinham vividos na década de 1970, época de ouro da nossa querida Congregação Cristã no Brasil.

Irmãos e Irmãs, Deus começou um grande movimento na região.



Para todos os que tiverem o desejo de congregar com esta querida Irmandade do Parque São Rafael para louvar ao Nosso Deus, seguem o endereço, dias e horários dos Cultos:

Endereço: Rua Fortaleza de Santiago, 192 – Jardim Rodolfo Pirani (em frente à Escola Estadual Silvana Evangelista)

Dias e horários dos Cultos: Sextas-feiras às 20h



O site Cristã News agradece a prezada Irmã Michele, esposa do Irmão Marlon Faria, Ancião de Uberlândia - MG, pelas fotos e vídeos.

Àquele que é poderoso para fazer tudo muito mais abundantemente além daquilo que pedimos ou pensamos, segundo o poder que em nós opera, a Esse glória na Igreja, por Jesus Cristo, em todas as gerações, para todo o sempre. Amém.

Deus abençoe a todos.

Fonte: Irmandade do Parque São Rafael
AS MARCAS DE JESUS
http://gospel.ativo-forum.com/
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Servao ccb
Moderador


Nacionalidade: Brasil
Advertências:
0 / 50 / 5

Mensagens: 16506
Data de inscrição: 26/06/2011

MensagemAssunto: Re: Congregação cristã no Brasil JANDIRA - JESUS E O EVANGELHO MESTRE poderoso   Qua Jul 24, 2013 10:34 am

Não muito longe, foi construída outra CCB Brás no Jardim Rodolfo Pirani com capacidade para mais de 600 pessoas sentadas.

A Irmandade dessa região é muito amorosa e temente a Deus; todos amam o querido Irmão Ancião Fernando Castelo, “um paizão”.

deixa tudo e tudo pode, segue o que não é respeitado: nessa igreja: jd. rodolfo pirani/Sp´/ zona leste


cooperador se acha dono da igreja o sr, osmar s. da silva.




TÓPICOS - ASSEMBLÉIA DE 28 A 31 DE MARÇO E 1° DE ABRIL DE 1961

PREGAÇÕES:

1ª Palavra: Atos, 20, 17 (Por um dos servos presentes):

...Nas Sagradas Escrituras vem dito, que quem não é mudo fala, porém existem palavras que em vez de edificar derrubam, não trazendo a edificação da igreja porém a sua destruição.

....A palavra quando vem a igreja liberta o tentado pelo demônio. A Palavra de Deus é escora para aqueles que necessitam de amparo, de uma libertação e nada acontecerá àquele que se encontra amparado por Ela.

...Temos que ter a certeza que é o Espírito Santo que nos move fazendo saber a seus servos que a Palavra de Cristo enviada muitas vezes, o Senhor conhecendo a situação de uma alma que está sedenta dela, vem então para liberta-la de tudo. Essa alma encontra assim, graça para se ver livre da tentação; encontrando graça na Palavra que veio na Congregação. Porém, se vae a Congregação e em vez da Palavra da graça encontra a Palavra do bastão, é derrubado e aniquilado... - ...Examinemo-nos para ver si a palavra que está em nossa boca traz consolação, dá força ao cansado, refrigera a alma do atribulado e do aflito. Se o servo de Deus se faz guiar da parte de Deus o Senhor nunca deixa a igreja sem a Palavra; sem a Palavra de Deus a vida nossa acaba, pois Cristo sendo a nossa Rocha, dela mana a água viva que nunca Deus deixou de mandar a Sua igreja.... - Mas se assim o fizermos, veremos que nunca a igreja minguará, ... - ... A Palavra que bate no povo não é a palavra da graça e quem assim faz não está servindo a Deus, pois essa pancada derruba, pois não vem da parte de Deus. ... - ...A palavra que não vem da parte de Deus não consola, não conforta, não traz alegaria, pois o povo de Deus vem a casa de Deus para ficar cheio das coisas de Deus. Esperamos que os servos de Deus, sempre tenham a graça de poder edificar as almas que Deus por misericórdia traz a sua igreja para serem pastoreadas.
= TÓPICOS DE ENSINAMENTOS - 1964
- HORÁRIO DE DURAÇÃO DE CULTO

Existem determinadas congregações que geralmente o culto passa da hora e meia levando até duas horas. Isto já é um costume e sucede porque o cooperador ou mesmo o ancião costuma exortar antes da oração, antes do testemunho, fazendo longas admoestações sem ser necessário. Há tempo para tudo; os hinos não são para serem exortados e sim para com eles louvar a Deus. Mesmo quanto a exortar a Palavra é melhor poucas palavras porém que sejam fixadas como pregos no coração do povo.
 
 
 
= TÓPICOS - ASSEMBLÉIA DE 14 A 16 DE ABRIL DE 1965
 
- EXORTAÇÃO E COMENTÁRIOS DEPOIS DA PALAVRA

Há em certos lugares, o costume de se exortar as palavras do último hino cantado no culto, após o Senhor já haver mandado a Palavra. Isso não é útil, pois tira a comunhão da irmandade no assunto da Palavra. Outros costumam ler a lista de Batismos após a Palavra. Também não está de acordo, pelo mesmo motivo. Convém que a irmandade volte para casa relembrando a Palavra que Deus enviou.

Há também irmãos Cooperadores que têm dificuldades em ler lista de Batismos. Se quizerem, podem pedir a algum irmão que leia para eles. Mas leiam antes de Deus enviar a Palavra.
= TÓPICOS - ASSEMBLÉIA DE 07 E 08 DE ABRIL DE 1966
 
 
23 - NÃO DEVEMOS TER IRMÃOS QUE FISCALIZEM A IRMANDADE

Outro ponto que não convém na Obra de Deus, é colocar irmãos na Congregação para ficarem vigiando a irmandade durante a oração, ou durante todo o serviço de culto. As localidades que ainda tenham fiscais, devem atender a este ensinamento e terminar com este sistema. Mesmo os irmãos que estavam como fiscais eram prejudicados, pois nem a Palavra podiam ouvir direito. Assim, os olhos do Senhor é que fiscalizam a Obra e não os nossos.
TÓPICOS - ASSEMBLÉIA DE 07 E 08 DE ABRIL DE 1966
 
 
07 - HORÁRIO DE CULTOS

Deve-se ter entendimento sobre o atendimento de culto. Se não há testemunhança, abrevia-se e o culto acaba mais cedo. Não é necessário o Ancião ou o Cooperador falar tanto. E se já é tarde, não é necessário cantar o hino final. Há irmãos que falam demais e cansam o povo. Também quando Deus der uma oração completa, já basta. Devemos levantar.
23 - NÃO DEVEMOS TER IRMÃOS QUE FISCALIZEM A IRMANDADE

Outro ponto que não convém na Obra de Deus, é colocar irmãos na Congregação para ficarem vigiando a irmandade durante a oração, ou durante todo o serviço de culto. As localidades que ainda tenham fiscais, devem atender a este ensinamento e terminar com este sistema. Mesmo os irmãos que estavam como fiscais eram prejudicados, pois nem a Palavra podiam ouvir direito. Assim, os olhos do Senhor é que fiscalizam a Obra e não os nossos.

_________________



Última edição por Servao ccb em Seg Nov 18, 2013 8:18 am, editado 3 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Servao ccb
Moderador


Nacionalidade: Brasil
Advertências:
0 / 50 / 5

Mensagens: 16506
Data de inscrição: 26/06/2011

MensagemAssunto: Re: Congregação cristã no Brasil JANDIRA - JESUS E O EVANGELHO MESTRE poderoso   Seg Ago 12, 2013 10:32 am

2Co 10:5 - Destruindo os conselhos, e toda a altivez que se levanta contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo o entendimento à obediência de Cristo;
consulte aqui: http://ccmjandira.org.br/index.html

_________________



Última edição por Servao ccb em Qua Nov 06, 2013 11:44 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Servao ccb
Moderador


Nacionalidade: Brasil
Advertências:
0 / 50 / 5

Mensagens: 16506
Data de inscrição: 26/06/2011

MensagemAssunto: Re: Congregação cristã no Brasil JANDIRA - JESUS E O EVANGELHO MESTRE poderoso   Dom Set 15, 2013 9:10 pm

Servao ccb escreveu:
Não muito longe, foi construída outra CCB Brás no Jardim Rodolfo Pirani com capacidade para mais de 600 pessoas sentadas.

A Irmandade dessa região é muito amorosa e temente a Deus; todos amam o querido Irmão Ancião Fernando Castelo, “um paizão”.

deixa tudo e tudo pode, segue o que não é respeitado: nessa igreja: jd. rodolfo pirani/Sp´/ zona leste
cooperador se acha dono da igreja o osmar s. da silva.


TÓPICOS - ASSEMBLÉIA DE 28 A 31 DE MARÇO E 1° DE ABRIL DE 1961

PREGAÇÕES:

1ª Palavra: Atos, 20, 17 (Por um dos servos presentes):

...Nas Sagradas Escrituras vem dito, que quem não é mudo fala, porém existem palavras que em vez de edificar derrubam, não trazendo a edificação da igreja porém a sua destruição.

....A palavra quando vem a igreja liberta o tentado pelo demônio. A Palavra de Deus é escora para aqueles que necessitam de amparo, de uma libertação e nada acontecerá àquele que se encontra amparado por Ela.

...Temos que ter a certeza que é o Espírito Santo que nos move fazendo saber a seus servos que a Palavra de Cristo enviada muitas vezes, o Senhor conhecendo a situação de uma alma que está sedenta dela, vem então para liberta-la de tudo. Essa alma encontra assim, graça para se ver livre da tentação; encontrando graça na Palavra que veio na Congregação. Porém, se vae a Congregação e em vez da Palavra da graça encontra a Palavra do bastão, é derrubado e aniquilado... - ...Examinemo-nos para ver si a palavra que está em nossa boca traz consolação, dá força ao cansado, refrigera a alma do atribulado e do aflito. Se o servo de Deus se faz guiar da parte de Deus o Senhor nunca deixa a igreja sem a Palavra; sem a Palavra de Deus a vida nossa acaba, pois Cristo sendo a nossa Rocha, dela mana a água viva que nunca Deus deixou de mandar a Sua igreja.... - Mas se assim o fizermos, veremos que nunca a igreja minguará, ... - ... A Palavra que bate no povo não é a palavra da graça e quem assim faz não está servindo a Deus, pois essa pancada derruba, pois não vem da parte de Deus. ... - ...A palavra que não vem da parte de Deus não consola, não conforta, não traz alegaria, pois o povo de Deus vem a casa de Deus para ficar cheio das coisas de Deus. Esperamos que os servos de Deus, sempre tenham a graça de poder edificar as almas que Deus por misericórdia traz a sua igreja para serem pastoreadas.
= TÓPICOS DE ENSINAMENTOS - 1964
- HORÁRIO DE DURAÇÃO DE CULTO

Existem determinadas congregações que geralmente o culto passa da hora e meia levando até duas horas. Isto já é um costume e sucede porque o cooperador ou mesmo o ancião costuma exortar antes da oração, antes do testemunho, fazendo longas admoestações sem ser necessário. Há tempo para tudo; os hinos não são para serem exortados e sim para com eles louvar a Deus. Mesmo quanto a exortar a Palavra é melhor poucas palavras porém que sejam fixadas como pregos no coração do povo.
 
 
 
= TÓPICOS - ASSEMBLÉIA DE 14 A 16 DE ABRIL DE 1965
 
- EXORTAÇÃO E COMENTÁRIOS DEPOIS DA PALAVRA

Há em certos lugares, o costume de se exortar as palavras do último hino cantado no culto, após o Senhor já haver mandado a Palavra. Isso não é útil, pois tira a comunhão da irmandade no assunto da Palavra. Outros costumam ler a lista de Batismos após a Palavra. Também não está de acordo, pelo mesmo motivo. Convém que a irmandade volte para casa relembrando a Palavra que Deus enviou.

Há também irmãos Cooperadores que têm dificuldades em ler lista de Batismos. Se quizerem, podem pedir a algum irmão que leia para eles. Mas leiam antes de Deus enviar a Palavra.
= TÓPICOS - ASSEMBLÉIA DE 07 E 08 DE ABRIL DE 1966
 
 
23 - NÃO DEVEMOS TER IRMÃOS QUE FISCALIZEM A IRMANDADE

Outro ponto que não convém na Obra de Deus, é colocar irmãos na Congregação para ficarem vigiando a irmandade durante a oração, ou durante todo o serviço de culto. As localidades que ainda tenham fiscais, devem atender a este ensinamento e terminar com este sistema. Mesmo os irmãos que estavam como fiscais eram prejudicados, pois nem a Palavra podiam ouvir direito. Assim, os olhos do Senhor é que fiscalizam a Obra e não os nossos.
TÓPICOS - ASSEMBLÉIA DE 07 E 08 DE ABRIL DE 1966
 
 
07 - HORÁRIO DE CULTOS

Deve-se ter entendimento sobre o atendimento de culto. Se não há testemunhança, abrevia-se e o culto acaba mais cedo. Não é necessário o Ancião ou o Cooperador falar tanto. E se já é tarde, não é necessário cantar o hino final. Há irmãos que falam demais e cansam o povo. Também quando Deus der uma oração completa, já basta. Devemos levantar.
23 - NÃO DEVEMOS TER IRMÃOS QUE FISCALIZEM A IRMANDADE

Outro ponto que não convém na Obra de Deus, é colocar irmãos na Congregação para ficarem vigiando a irmandade durante a oração, ou durante todo o serviço de culto. As localidades que ainda tenham fiscais, devem atender a este ensinamento e terminar com este sistema. Mesmo os irmãos que estavam como fiscais eram prejudicados, pois nem a Palavra podiam ouvir direito. Assim, os olhos do Senhor é que fiscalizam a Obra e não os nossos.
TÓPICO 07 DA ASSEMBLÉIA DE 2006

- PREGAÇÕES FORA DA DOUTRINA- Em algumas localidades IRMÃOS SE LEVANTAM, LÊEM A PALAVRA E EXORTAM COISAS ABSURDAS, FORA DA DOUTRINA E DO SENTIDO DAQUILO QUE LERAM; OUTROS CRIAM NOVIDADES NO QUE FALAM. ........



o dito cujo bate, bate, na igreja: se acha dono da igreja o osmar s. da silva.
do jd.rodolfo pirani, não respeita nem ancião, só depende do ultrapassado fernando castelo, o ancião...
não tem necessiadade de regras, os próprios não cumprem...

_________________



Última edição por Servao ccb em Dom Nov 03, 2013 2:05 pm, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Servao ccb
Moderador


Nacionalidade: Brasil
Advertências:
0 / 50 / 5

Mensagens: 16506
Data de inscrição: 26/06/2011

MensagemAssunto: Em três anos Congregação Cristã Ministério Jandira conta com 5.000 mil membros espalhados por esse imenso Brasil   Sab Out 05, 2013 12:39 pm

A paz de Deus,


Ontem esteve em Maringá, um co-fundador do novo ministério, irmão Otoniel Ribeiro, que atendendo um culto surpresa, concedeu preciosos detalhes do crescimento da obra, que a cada um dia e meio abre uma sala de oração por este Brasil.

Agora em outubro o novo ministério completa 3 anos, e embora alguns por ignorância, afirmem ser composto por muitos "desviados", a graça de Deus que nunca foi exclusiva, tem produzido grandes feitos mediante a fé dos seus membros, algo que também acontece em toda igreja verdadeira em Cristo.

5.000 mil membros tomaram santa ceia este ano, um grande motivo para agradecermos a Deus, por conceder este dom de divulgar juntamente com tantos outros, o seu evangelho salvador.

Que todos alcancemos a ressurreição dos mortos! Até lá.

"Porquanto tem determinado um dia em que com justiça há de julgar o mundo, por meio do homem que destinou; e disso deu certeza a todos, ressuscitando-o dentre os mortos. " Atos 17:31

"Prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus."
Filipenses 3:14

Deus Abençoe.
Admin em Sab Set 28, 2013/AS MARCAS DE JESUS
http://gospel.ativo-forum.com/

_________________

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Servao ccb
Moderador


Nacionalidade: Brasil
Advertências:
0 / 50 / 5

Mensagens: 16506
Data de inscrição: 26/06/2011

MensagemAssunto: Justiça autoriza a CCB Jandira a utilizar o nome Congregação Cristã no Brasil   Seg Nov 25, 2013 1:59 pm

13:58:27Na última quarta-feira, 14 de setembro de 2013, fomos informados que a Justiça deu ganho de causa à CCB Jandira autorizando o uso do nome Congregação Cristã no Brasil.

Confira, na íntegra, a sentença da Justiça:

TRIBUNAL DE JUSTIÇA

PODER JUDICIÁRIO

São Paulo

Apelação nº 0131145-59.2012.8.26.0100 - São Paulo - VOTO Nº 24.480 -

FERNANDA/ROGÉRIO/MARCELO/SABRINA/VANESSA/RENATO/ANA CAROLINA

VOTO Nº : 24.480

APEL. Nº : 0131145-59.2012.8.26.0100

COMARCA : SÃO PAULO

APTE. : ASSOCIAÇÃO DOS MEMBROS DA CONGREGAÇÃO CRISTÃ NO BRASIL

APDA. : CONGREGAÇÃO CRISTÃ NO BRASIL



PROPRIEDADE INDUSTRIAL Marca Organização religiosa Uso da expressão “Congregação Cristã no Brasil” por ambas as litigantes Expressões que, usadas separadamente carecem de  proteção Aglutinação dos vocábulos, porém, formam expressão única passível de proteção marcária Ação de obrigação de não fazer procedente Apelação parcialmente provida PROPRIEDADE INDUSTRIAL Marca Organização religiosa Uso da expressão “Congregação Cristã no Brasil” por ambas as litigantes Grupo dissidente da autora que organizou outra instituição religiosa com doutrinas, ideias, métodos e usos e costumes diferentes Possibilidade de erro ou confusão entre fiéis e potenciais fieis de uma ou outra Congregação Ação de obrigação de não fazer procedente Apelação parcialmente provida NOME EMPRESARIAL Pretensão da autora “Congregação Cristã no Brasil” à abstenção do uso de idêntica expressão (“Congregação Cristã no Brasil”) nos templos e nomes de domínio da ré Irrelevância do fato da autora não almejar lucro Direito de personalidade por equiparação (CC, art. 52), dentre os quais encontra-se o nome institucional, absolutos e imprescritíveis Possibilidade de ajuizar a qualquer tempo ação visando à proteção do nome empresarial da autora Ação de obrigação de não fazer procedente Apelação parcialmente provida PROPRIEDADE INDUSTRIAL Marca Organização religiosa Uso da expressão “Congregação Cristã no Brasil” por ambas as litigantes Pretensão da autora “Congregação Cristã no Brasil” à abstenção do uso de idêntica expressão (“Congregação Cristã no Brasil”) nos templos e nomes de domínio da ré Irrelevância do fato da autora não almejar lucro Hipótese em que endereço virtual da autora é mantido por doações de fiéis e patrocinado por empresas, que nela fazem merchandising Possibilidade de confundir fiéis e patrocinadores Ação de obrigação de não fazer procedente Apelação parcialmente provida. Recurso de apelação interposto por Associação dos Membros da Congregação Cristã no Brasil dirigido à r. sentença proferida pelo Dr. Márcio Teixeira Laranjo, MM. Juiz de Direito da E. 21ª Vara Cível do Foro Central da Comarca de São Paulo que julgou procedente o pedido formulado por Congregação Cristã no Brasil para condenar a ora suplicante a abster-se do uso do nome e marca da requerente, promovendo a modificação de seu nome, dos domínios na rede mundial de computadores e dos seus templos, confirmando, assim, a antecipação dos efeitos da tutela jurisdicional. Consignou o i. Magistrado singular que embora a apelante tenha sido inicialmente constituída para representar seus associados “perante o Ministério e a Administração constituída da Congregação Cristã no Brasil” (fl. 490), passou a exercer atividade típica de associações religiosas, mantendo templos, instituindo ministros e realizando cerimônias de sacramentos, culminando com a modificação de seu Estatuto Social. Salientou que os frontispícios dos templos religiosos da ré-apelante trazem identificação religiosa idêntica à da autora apelada, havendo colidência de direitos, uma vez que ambas atuam como entidades religiosas. Ressaltou que a proteção da marca ou nome independe de conteúdo econômico, prevalecendo o direito da autora, seja pela anterioridade de seu nome ou em decorrência da propriedade industrial adquirida com o registro da marca mista, o que lhe garante proteção em todo o território nacional. Entendeu também que a semelhança entre os nomes dos templos religiosos “é capaz de criar confusão ao fiel de uma ou da outra igreja” e que embora a mera expressão “Congregação Cristã” não seja passível de proteção, o acréscimo do adjunto adnominal “no Brasil”, aglutinando as expressões, formam nome e sinal distinto “Congregação Cristã no Brasil”, merecendo a proteção concedida pelo INPI (fl.487-493). Em razões recursais afirma não utilizar o nome e sinais distintivos da apelada e que a expressão “Congregação Cristã no Brasil” não é de uso exclusivo. Alega que as litigantes não têm estilo próprio de construir, inspirando-se no estilo arquitetônico das Igrejas Batistas americanas, utilizado por várias denominações pentecostais.  Não fosse, isso, a autora registrou no INPI apenas a marca “CCB Congregação Cristã do Brasil”, sem direito de exclusividade, “havendo outro processo igual no que concerne a 'Congregação Cristã no Brasil'” (fl. 515). Tece considerações sobre os motivos da animosidade entre os membros das entidades religiosas e aponta para a existência de ação precedente ajuizada pela autora na Comarca de São Carlos com idêntico objetivo (fl. 508-522). Preparo e porte de remessa e retorno em fl. 523-525, complementado o porte em fl. 529. Contrarrazões em fl. 540-559 narrando que a réapelante é composta por membros dissidentes da autora, divergindo as litigantes em princípios, ideias, doutrinas e métodos. Por isso, “a confusão que possa existir da utilização do nome/marca da autora pela ré pode causar dano na medida em que a doutrina pregada pela ré será tida como a doutrina da autora” (com grifo no original, fl. 544). “Da mesma forma, qualquer compromisso ou ato praticado pela ré será automaticamente ligado à autora, já que não existem sinais distintivos entre ambas” (fl. 544). Sustenta que a liberdade de crença não autoriza o embaraço do livre exercício de qualquer religião e “não alberga a possibilidade de se tentar confundir aqueles que em busca de Deus pensam estar em uma doutrina e estão em outra” (fl. 545). Reitera o uso indevido do nome e da marca pela apelante, esta registrada na autarquia federal, conforme documento de fl. 65. Houve interposição de recurso dirigido ao recebimento do apelo apenas no efeito devolutivo (fl. 565-583), não conhecido nesta data por perda do objeto. É o relatório. O recurso é tempestivo. A r. sentença foi disponibilizada em 6 de julho de 2012 (sexta-feira), considerando-se publicada no dia 10 de julho, primeiro dia útil subsequente ao feriado comemorativo da Revolução Constitucionalista de 1932, que recaiu numa segunda-feira. O protocolo, por sua vez, ocorreu aos 23 do mesmo mês, dentro da quinzena legal iniciada em 11 de julho (fl. 500 e 508). Em relação à ação precedente ajuizada na Comarca de São Carlos, frise-se que as autoras são pessoas jurídicas distintas: a demandante daquele processo é a Igreja local, com sede naquela comarca, inscrita no CNPJ/MF 59.622.373/0001-47 (fl. 421); a desses autos, é a Igreja nacional, com sede na Capital paulista, inscrita no CNPJ/MF n. 61.526.398/0001-99 (fl. 2). Improcedente, pois, o argumento de tentativa de burla à distribuição. Ressalta-se, inicialmente, que os motivos da dissidência de membros da Congregação Cristã no Brasil desinteressam ao julgamento desta lide, adstrito à aplicação do Direito. Ao contrário disso, a divergência de doutrinas litúrgicas como descrito pela suplicada influencia no julgamento da lide, pois sendo divergentes, os fiéis estão sujeitos aos efeitos nefastos do uso indevido do nome e marca da autora. Esses efeitos nefastos não se restringem à confusão de doutrinas professadas, estendendo-se a máculas decorrentes de eventual ato ilícito praticado pela ré. Ora, embora a recorrente insista em negar, as fotografias por ela publicadas em seu endereço eletrônico (http://www.amccb. com/index.htm; disponível em 24 de julho de 2013; e fl. 76-91 e 404-405) demonstram o uso da expressão “Congregação Cristã no Brasil” em seus templos, acompanhadas de texto explicativo dos diferentes usos e costumes adotados nos cultos e entre seus fiéis, como a desobrigatoriedade do uso de véus, ternos e gravatas, e a possibilidade de as irmãs tocarem outros instrumentos além de órgãos. Esses costumes diferem em muito dos rígidos costumes da autora, onde mulheres e homens participam dos cultos, mas em lados opostos do templo. Além disso, alguns dos templos mostrados nas fotografias têm arquitetura idêntica aos notórios templos da autora, podendo induzir a erro os fiéis da autora e os potenciais fiéis de uma ou outra Congregação Cristã no Brasil. À evidência a adoção de nome e em alguns casos, arquitetura idêntica causa confusão entre pessoas religiosas ou que buscam uma religião, fato que, por si, já conduziria à procedência do pedido, independente da ordinariedade das expressões que formam o nome e marca da autora. Como bem destacou o i. Magistrado sentenciante, somente “o uso da expressão 'Congregação Cristã' efetivamente não induz exclusividade. Do mesmo modo, a integração do nome de nosso país na denominação de uma entidade religiosa também não é apropriável e, assim, não motiva a proteção buscada. Contudo, a aglutinação daquela expressão com o nome do país, formando o nome e sinal distintivo 'Congregação Cristã no Brasil', merece a proteção concedida pelo INPI e reconhecida neste Juízo. Assim, a autora não pode se voltar contra a utilização do termo 'Congregação Cristã' por outras instituições religiosas, mas a idêntica junção de tal expressão com o termo 'no Brasil', resultando em denominações semelhantes entre entidades religiosas diversas, confundindo os fiéis, constitui ofensa aos direitos da requerente, adquiridos pelo registro de seus atos constitutivos e de sua marca no INPI” (fl. 492). Nota-se que não somente a marca como o nome da instituição religiosa, enquanto pessoa jurídica, estão protegidos. No tocante ao nome, trata-se de direito de personalidade conferido a qualquer pessoa jurídica, tal como é tratada a recorrida, conforme interpretação dos artigos 44, IV, e 52, ambos do Código Civil. Consideram-se “direitos da personalidade aqueles direitos subjetivos reconhecidos à pessoa, tomada em si mesma e em suas necessárias projeções sociais. Enfim, são direitos essenciais ao desenvolvimento da pessoa humana, em que se convertem as projeções físicas, psíquicas e intelectuais do seu titular, individualizando-o de modo a lhe emprestar segura e avançada tutela jurídica” (FARIAS, Cristiano Chaves; ROSENVALD, Nelson. Direito Civil. Teoria Geral. 4ª ed. Rio de Janeiro. Lumen Juris, 2006, p.101-102). Em outras palavras, “os direitos da personalidade têm por objeto os modos de ser, físicos ou morais do indivíduo. O que se busca proteger com tais direitos são os atributos específicos da personalidade, sendo esta a qualidade do ente considerado pessoa. Em síntese, pode-se afirmar que os direitos da personalidade são aqueles inerentes à pessoa e à sua dignidade (art. 1º, III, da CF/1988) (Flávio Tartuce, opus cit., p. 84). A pessoa jurídica, embora seja pessoa ficta, é dotada de personalidade jurídica (CC/02, art. 45) e por isso possui direitos de personalidade por equiparação (CC/02, art. 52), compatíveis com sua natureza, tais como a imagem, a honra objetiva e o nome, esse denominado no direito societário como “nome empresarial”, e no caso concreto como “nome institucional”. Caso violado algum desses direitos de personalidade, a pessoa jurídica tem direito não somente à tutela inibitória, como também à reparação pelo prejuízo moral sofrido, consoante entendimento pacificado pelo Superior Tribunal de Justiça na Súmula n. 227 (“A pessoa jurídica pode sofrer dano moral”). Os direitos da personalidade, da pessoa natural ou jurídica, são intransmissíveis, irrenunciáveis, extrapatrimoniais e vitalícios, bem como absolutos, indisponíveis, impenhoráveis imprescritíveis. Lecionam Nelson Rosenvald e Cristiano Chaves de Farias: Os direitos da personalidade são absolutos porque possuem eficácia contra todos (ou seja, são oponíveis erga omnes), impondo-se à coletividade o dever de respeitá-los. É um verdadeiro dever geral de abstenção, dirigido a todos. Além do mais, a imprescritibilidade impede que a lesão a um direito da personalidade venha a convalescer com o passar do tempo, obstando a pretensão de assegurar o livre exercício do direito da personalidade. Inexiste, portanto, prazo extintivo para que seja exercido um direito da personalidade. Não se confunde todavia, com a prescritibilidade da pretensão indenizatória decorrente de um eventual dano à personalidade. Nesse caso (pretensão reparatória pecuniária), prescreve, normalmente, em três anos a pretensão de obter indenização pelos danos sofridos, inclusive decorrente de violação aos direitos da personalidade (CC, art. 206, § 3º, V). Imprescritível, assim, é a pretensão de garantir o exercício do direito, mas não a de reparar pecuniariamente um eventual dano sofrido. Exemplificando: se alguém, indevidamente, se utiliza da imagem de outrem, a pretensão de impedir que a pessoa continue se valendo daquela imagem não sofre limitação temporal, podendo ser exercida a qualquer tempo, porém em três anos prescreverá a pretensão de reparação pecuniária do dano causado à imagem. (Curso de Direito Civil Parte Geral e LINDB, 10ª ed.,Salvador, Juspodivm, 2012, p. 179). Recebendo o nome da instituição religiosa a merecida proteção legal e constitucional, não há como negar proteção à marca “Congregação Cristã no Brasil”, concedida em 27 de julho de 1988 (65). Se o nome identifica a organização religiosa nas suas relações civis como na locação de um prédio ou perante seus prestadores de serviços, como fornecedor de água e energia elétrica , a marca identifica o produto ou serviço perante os consumidores. É a expressão ou sinal pelo qual os consumidores identificam o produto ou serviço. Seu titular tem direito à exclusividade desde o registro no INPI. Conquanto a recorrida não tenha finalidade lucrativa, em seu endereço virtual os fiéis encontram produtos e serviços gratuitos, como hinos, hinários, bíblias on line, serviço gratuito de correspondência eletrônica (e-mail) e transmissão radiodifusora, dentre outros. Além disso, a página virtual é mantida por doações e patrocinada por empresas, que dela se utilizam para fazer merchandising (http://www.cristanobrasil.com/index.php; disponível em 24 de julho de 2013). Nesse contexto, é evidente que embora o objetivo social da autora-apelada não seja o lucro, a utilização indevida de sua marca e nome lhe acarretará prejuízo financeiro. Há mais: a proteção do nome institucional e da marca mista está intrinsicamente ligada, pois compostos de idêntica aglutinação de palavras. Assim, se conferida proteção ao nome, forçosa a proteção da marca. E sendo incontroverso que o nome da autora e sua marca são anteriores à constituição da ré-apelante, faz jus a recorrente à proteção almejada em todo o território nacional. O pedido de registro de marca deve ser depositado na autarquia federal Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI), sendo evidente que a partir de seu depósito, e especialmente depois de sua concessão, o titular da marca pode garantir seu direito em qualquer Estado da Federação, observados os princípios da veracidade, da anterioridade e da especificidade. Nesse sentido já se pronunciou o Exmo. Sr. Desembargador Paulo Razuk na Apelação Cível nº 9169321-02.2008.8.26.0000, julgada em 13 de setembro de 2011: Isso significa que a marca registrada junto ao Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) dá ao titular o direito de uso e gozo exclusivo em todo o território nacional em seu ramo de atividade econômica, permitindo-lhe a defesa perante o uso indevido de terceiros. Não obstante, forçoso reconhecer a possibilidade de uso pela recorrente da expressão “Congregação Cristã no Brasil” desde que acompanhada da indicação de sua origem, isto é, da expressão “Ministério Jandira” de forma ostensiva nas fachadas de seus templos e em seus endereços virtuais, em caracteres com o mesmo corpo utilizado na expressão principal, ora discutida. Isso porque a doutrina, princípios e ideias são os mesmos, distinguindo-se apenas seus diretores e doutrinas litúrgicas. Em razão do exposto, por maioria de voto, dá-se parcial provimento ao recurso para permitir o uso da expressão “Congregação Cristã no Brasil”, desde que acompanhado da expressão “Ministério Jandira” em letras ostensivas nas fachadas de todos os seus templos e nos endereços virtuais da apelante. Vencido o 3º Desembargador, que negaria provimento ao recurso e declarará voto em separado.

RICARDO NEGRÃO/RELATOR/CN

_________________

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Servao ccb
Moderador


Nacionalidade: Brasil
Advertências:
0 / 50 / 5

Mensagens: 16506
Data de inscrição: 26/06/2011

MensagemAssunto: Cooperador da CCB Jandira do Parque São Rafael viaja, em missão da Obra de Deus, aos Estados Unidos   Qua Dez 18, 2013 2:09 pm

Em 1971, o Senhor Deus fez saber a uma família de nossos Irmãos que deveria mudar do Estado do Paraná para São Paulo.

Essa família passou a residir na Rua E4 do Jardim Colorado na zona leste da cidade de São Paulo.

Havia entre os pouquíssimos crentes da região uma grande união; naquela época ser crente não era modismo e sim convicção.

O tempo passou, a Rua E4 mudou de nome passando a se chamar Rua Fortaleza de Santiago e o bairro, outrora Jardim Colorado, passou a ser o Jardim Rodolfo Pirani, conhecido para os que não são da região como Parque São Rafael, ou mesmo, São Mateus.

O tempo continuou passando e o Nosso Deus começou a chamar um grande povo; hoje a CCB Brás do Parque São Rafael, uma grande igreja com galeria, tem capacidade para mais de 1000 pessoas sentadas.

Não muito longe foi construída outra CCB Brás no Jardim Rodolfo Pirani com capacidade para mais de 600 pessoas sentadas.

A Irmandade dessa região é muito amorosa e temente a Deus; todos amam o querido Irmão Ancião Fernando Castelo, “um paizão”.

Contudo, alguns Irmãos e Irmãs ao examinarem o novo Hinário constataram com profunda tristeza a mudança dos dois primeiros pontos de doutrina, o primeiro desqualificando a Bíblia Sagrada e o segundo negando a Trindade.

Após cumprirem todos os procedimentos, como manda a educação cristã, comunicaram ao Irmão Ancião Fernando Castelo, ao qual muito amam, que diante da impossibilidade de aceitação de uma nova doutrina, totalmente, diferente de tudo o que haviam aprendido ao longo das décadas, passariam a congregar com os queridos Irmãos da nova Congregação Cristã no Brasil, popularmente, conhecida como CCB Jandira.

Assim, numa sexta-feira, dia 22 de março de 2013, de uma maneira especial, Deus preparou o primeiro Culto da nova Congregação Cristã no Brasil, na Rua Fortaleza de Santiago, 192, Jardim Rodolfo Pirani, conhecido como Parque São Rafael, zona leste da capital de São Paulo.

Irmão Ricardo Mello, Cooperador do Bairro do Limão

Nesse Culto, a presidência ficou sob a responsabilidade do nosso querido Irmão Anderson Ricardo Mello, Cooperador no Bairro do Limão e a Palavra (Gênesis, Capítulo 32, com a leitura iniciando no Versículo 22) foi revelada ao querido Irmão Dario Rocha; Deus falou, grandemente, com a querida Irmandade presente.

A organista que tocou nesse Culto foi a querida Irmã Joyce Marroni do Jardim Colonial, bairro próximo ao Parque São Rafael.

Posteriormente, no dia 29 de março de 2013, com a presença de diversos Irmãos Anciães, Diáconos, Cooperadores e Cooperadores de Jovens e Menores, do Brasil e do exterior, além da querida Irmandade, foi oficialiazada a Casa de Oração da Congregação Cristã no Brasil no Parque São Rafael .

A Irmandade local ficou maravilhada com tanto amor e com tanta união do Ministério da nova Congregação Cristã no Brasil.

Nesse Culto, Deus operou grandes Obras confirmando Sua vontade na abertura dessa Casa de Oração.

Segundo palavras de algumas pessoas, elas reviveram momentos que só tinham vividos na década de 1970, época de ouro da nossa querida Congregação Cristã no Brasil.

O atendimento do Parque São Rafael ficou sob a responsabilidade do Irmão Cooperador Dário Rocha.


Este Irmão, nos meses que se passaram, com a ajuda do Nosso Deus e com muito amor, viu a Obra do Parque São Rafael florescer.

Agora, o nosso querido Irmão Dário Rocha segue em missão da Obra de Deus para os Estados Unidos.

A Irmandade do Parque São Rafael e de toda a zona leste da capital paulista está orando por este Servo de Deus para que ele cumpra a sua missão e retorne logo ao Brasil.

Para todos os que tiverem o desejo de congregar com esta querida Irmandade do Parque São Rafael para louvar ao Nosso Deus, seguem o endereço, dias e horários dos Cultos:

Endereço: Rua Fortaleza de Santiago, 192 – Jardim Rodolfo Pirani (em frente à Escola Estadual Silvana Evangelista)

Dias e horários dos Cultos: Sextas-feiras às 20h

Àquele que é poderoso para fazer tudo muito mais abundantemente além daquilo que pedimos ou pensamos, segundo o poder que em nós opera, a Esse glória na Igreja, por Jesus Cristo, em todas as gerações, para todo o sempre. Amém.
Deus abençoe a todos.
Fonte: Irmandade do Parque São Rafael

_________________

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Servao ccb
Moderador


Nacionalidade: Brasil
Advertências:
0 / 50 / 5

Mensagens: 16506
Data de inscrição: 26/06/2011

MensagemAssunto: Re: Congregação cristã no Brasil JANDIRA - JESUS E O EVANGELHO MESTRE poderoso   Dom Fev 09, 2014 3:30 pm

paz a todos,

vejam acima descrito a realidade dos fatos, em todas as pgs:

leia com atençao todos detalhes e seja correto........

_________________

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Servao ccb
Moderador


Nacionalidade: Brasil
Advertências:
0 / 50 / 5

Mensagens: 16506
Data de inscrição: 26/06/2011

MensagemAssunto: Desligamento da irmandade de Maringá com o Ministério Jandira   Seg Maio 05, 2014 2:13 pm

É desesperador quando alguém de fora nos causa dano.

É mais desesperador, se concretizando uma derrota, quando irmãos de fé perdem o foco, causando a derrota da comunhão.

Os mais velhos me perdoem, não existiu um justo que pudesse julgar, logo, nenhum dos líderes poderia estar no púlpito.

Agora pular de religião para outra, virou rotina para alguns, vários são os motivos que levam a mudança:

- Desconsideram ser mandados, preferem mandar
- Descobriram novos mandamentos que antes não cumpriam e que agora pode levá-los a perdição se não executados
- Descobriram depois de tantos anos que estavam errados quando achavam estar certos
- Descobriram depois de tantos anos que estavam certos quando achavam estar errados
- Descobriram que preferem viver em comunhão com os "próximos" de uma outra religião
- Descobriram que os "próximos" que outrora tinham comunhão não servem mais para edificação mútua
- Descobriram que devem passar seus ensinamentos pescando no aquário alheio
- Descobriram que não podem viver sem um púlpito
- Descobriram que Deus não está em todo lugar mas sim em apenas um, no caso onde eles estão

Santo Deus!

Que beleza, que glória, para os homens que se dizem filhos de Deus.

Birrentos, vocês são birrentos!!

E dizer que Paulo sofria tudo pelos eleitos:

"Por isso, tudo suporto por causa dos eleitos, para que também eles alcancem a salvação que está em Cristo Jesus, com glória eterna." 2 Timóteo 2:10

Como um líder pode levar alguém a salvação, se não consegue paz para viver com seu próximo. Dizem que estão em busca das almas, mas na primeira esquina chutam as almas. Dizem que Deus mostrou, falou, mas é tudo da boca para fora, no íntimo não entendem o que falam, nem executam o que pregam.

Alguns aceitaram congregar numa religião, religião que depois rapidamente abandonam, totalmente desequilibrados, aceitam qualquer convite que os leva para outra religião, apenas por alguma frustração, colocando sobre os lombos mais e mais mandamentos, pior, passam isso para os outros daquela religião que ele estava, dizendo que agora o Senhor abriu os olhos, por isso estão enxergando a luz, mas qual luz? Cadê a saída? Ops...

O Espírito disse à igreja:

"Portanto, sejam imitadores de Deus, como filhos amados, e vivam em amor, como também Cristo nos amou e se entregou por nós como oferta e sacrifício de aroma agradável a Deus." Efésios 5:1-2

Quem está imitando a Deus?? Cadê os imitadores de Deus?? Cadê??

Toda vez que abandono algo que cri por fé, acatando mais e mais coisas, estou apenas agradando o homem, todo aquele que não é seguro das regras de Cristo, está alienado da verdadeira graça.

Pergunta: O que a graça salvadora ensina? O que os apóstolos repassaram aos seus cooperadores?

"Porque a graça de Deus se manifestou salvadora a todos os homens. Ela nos ensina a renunciar à impiedade e às paixões mundanas e a viver de maneira sensata, justa e piedosa nesta era presente, enquanto aguardamos a bendita esperança: a gloriosa manifestação de nosso grande Deus e Salvador, Jesus Cristo. Ele se entregou por nós a fim de nos remir de toda a maldade e purificar para si mesmo um povo particularmente seu, dedicado à prática de boas obras. É isso que você deve ensinar, exortando-os e repreendendo-os com toda a autoridade. Ninguém o despreze."
Tito 2:11-15

Estamos longe de ter uma marca de Cristo em nós, como tinham os santos heróis da fé, cada vez que surge uma demanda, que nos arrasta para outro partido, não é o raciocínio de Cristo que está nos guiando.

"Irmãos, não lhes pude falar como a espirituais, mas como a carnais, como a crianças em Cristo. Dei-lhes leite, e não alimento sólido, pois vocês não estavam em condições de recebê-lo. De fato, vocês ainda não estão em condições,
porque ainda são carnais. Porque, visto que há inveja e divisão entre vocês, não estão sendo carnais e agindo como mundanos? Pois quando alguém diz: "Eu sou de Paulo", e outro: "Eu sou de Apolo", não estão sendo mundanos?
Afinal de contas, quem é Apolo? Quem é Paulo? Apenas servos por meio dos quais vocês vieram a crer, conforme o ministério que o Senhor atribuiu a cada um. Eu plantei, Apolo regou, mas Deus é quem fazia crescer; de modo que nem o que planta nem o que rega são alguma coisa, mas unicamente Deus, que efetua o crescimento."
1 Coríntios 3:1-7

Um conselho aos que se dizem líderes:

"Tu, pois, meu filho, fortifica-te na graça que há em Cristo Jesus. E o que de mim, entre muitas testemunhas, ouviste, confia-o a homens fiéis, que sejam idôneos para também ensinarem os outros." 2 Timóteo 2:1-2

Cadê os fiéis? Onde estão os idôneos? Quem tem a capacidade de ensinar?

Graça e paz.

por: Eldier.

_________________

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 

Congregação cristã no Brasil JANDIRA - JESUS E O EVANGELHO MESTRE poderoso

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Jesus e o Evangelho - Gospel ::  :: -
Novo Tópico